Buba
13 julho 2007
   
Sonho
(ou tsunami?)
dum domingo de Verão



Se eu tiver menos de 51% nas eleições do próximo domingo – o que equivale à recusa do povo de Lisboa em me dar a maioria absoluta para eu poder executar o meu programa…
Renuncio – democraticamente (o povo é quem mais ordena) – ao direito de ocupar o lugar de Presidente e regresso ao meu lugar de segundo no Governo. Donde poderei fazer o que quiser de Lisboa, onde, paralisada, a Câmara (ardente) Municipal nada poderá fazer.
Com a vantagem de eu poder, talvez, para além do toureiro que cortou orelha e rabo na garraiada municipal, vir a ser o matador que sai em ombros como o grande triunfador da tourada nacional.





Aborto: SIM OU NÃO?
Carta aberta a Sua Eminência o Cardeal Patriarca D. José Policarpo (II)


O Direito à Vida...


In Pública 08/07/2007 
salvadorprata@netcabo.pt

ARCHIVES
Setembro 2003 / Outubro 2003 / Novembro 2003 / Dezembro 2003 / Janeiro 2004 / Fevereiro 2004 / Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Outubro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Novembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 /


Powered by Blogger